H.E.A.T.: Into The Great Unknown

A música é peça fundamental na formação da cultura desde a concepção básica e rudimentar do homem quando, ainda embrutecido pelo pouco desenvolvimento, observava a natureza e emulava sons para se comunicar e comungar entre si. Dando um salto evolutivo de milhares de anos, a primeira arte incorporou com o tempo algumas atribuições como divertir, comunicar, entreter e até protestar, ou seja, é bem quista em quase todos os aspectos da sociedade moderna.

E não é nenhum descabimento ou fora de esquadro encarar dessa forma positiva e divertida a música da banda sueca H.E.A.T, que chegou ao quinto álbum de estúdio com lançamento do ótimo Into the Great Unknown, presenteando o ouvinte com dez músicas recheadas de bom gosto, melodias grudentas, refrãos para cantarolar por semanas a fio e motivando os mais edificadores sentimentos em quem toma a acertada decisão de adicionar ITGU em seu playlist.

Into the Great Unknown, que tem lançamento nacional via Shinigami Records, é em essência um disco de hard rock, no entanto, não esconde o namoro sedutor com o classic rock, o que gera grandes momentos como na energética e vibrante Bastard Of Society e em Shit City. Disco de hard rock que se preze não deixa faltar canções grudentas, àquelas que farão o ouvinte cantá-las no elevador, fila do banco e ou dirigindo, por exemplo, e com essa característica está à melodiosa e pegajosa Redefined.

O tom moderno de Time On Our Side dá equilíbrio ao trabalho, enquanto Best Of The Broken reza, do primeiro ao último acorde, a cartilha de festança do hard rock, tendo o toque especial de um talk box no meio da canção. Os momentos mais intimistas e calmos de Into the Great Unknown estão em Eye Of The Storm e We Rule. Em Do You Want It? o vocalista Erik Grönwall – completa a banda Dave Dalone (guitarra); Jona Tee (teclado); Crash (bateria) e Jimmy Jay (baixo) – mostra o porquê de tanto elogio dos fãs para o seu lado.

Into the Great Unknown é mais uma prova do grande talento do H.E.A.T e mostra que a velha equação de boas doses de inspiração aliada à técnica e nas mãos de bons músicos rende um trabalho muito bacana. E graças a discos como Into the Great Unknown a música segue com sua missão de alegrar e edificar os melhores sentimentos na sociedade.

Tracklist de Into the Great Unknown:

1. Bastard Of Society
2. Redefined
3. Shit City
4. Time On Our Side
5. Best Of The Broken
6. Eye Of The Storm
7. Blind Leads The Blind
8. We Rule
9. Do You Want It?
10. Into The Great Unknown

Nota: 9

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *