Linkin Park: Mike Shinoda Discorda Do Resultado Da Autópsia De Chester Bennington

O site TMZ publicou o resultado da autópsia de Chester Bennington, onde indica, segundo o site, a presença de uma pequena quantidade de álcool e de MDMA no momento de sua morte. Ainda de acordo com o TMZ, as autoridades também teriam encontrado um frasco de Zolpidem na casa do cantor. Zolpidem é um medicamento vendido sob prescrição médica para o tratamento de insônia.

Porém, Mike Shinoda comentou o caso nas redes sociais e afirmou que a informação publicada pelo TMZ não é verdadeira. De acordo com ele, não havia qualquer traço de drogas no corpo de Bennington.

“Só para esclarecer: o TMZ publicou de maneira errada que Chester Bennington tinha MDMA em seu organismo quando morreu. Isso está incorreto. Desde então, eles já corrigiram o erro e eu espero que outras publicações tenham a decência de fazer o mesmo”.

Em sua errata, o TMZ voltou a afirmar que o primeiro teste feito na autópsia indicava a “possibilidade” da presença de MDMA no corpo de Bennington, porém dois testes subsequentes não detectaram a presença da droga, concluindo que o cantor não estava sob a influência de drogas quando morreu.

Fonte: Portal Rockline

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *