Lacrimosa Retorna A São Paulo Com Show Emblemático

Levando em conta que é a sexta vez que o Lacrimosa se apresenta no Brasil desde sua estreia, e mais, em um dia no meio da semana e no mesmo dia em que o Deep Purple também levava boa parte dos fãs de rock & metal para seu show, o Lacrimosa conseguiu com muito sucesso fazer uma grandiosa reunião de fãs, e que fãs. É incrível a relação e o respeito que o grupo tem por seus fãs e não preciso citar o respeito e devoção que o público tem pela banda. Inclusive, o fã clube Lacrimaniacos, que desde cedo já se aglomerava na frente do palco aquecendo o coro Lacrimosa, Tilo, Anne Nurmie, serve de grande suporte para a banda no Brasil.

Às 21h35 iniciou o já conhecido tema de abertura: Lacrimosa theme, os fãs aumentaram a euforia a cada músico que adentrava ao palco, embora a parte de composição e administração da banda seja centrada no Tilo e Anne, o lineup da banda em turnês tem se mantido intacto por anos com Jay P. e Henrik Flyman (guitarra); Yenz Leonhardt (baixo); Julien Schmidt (bateria) e Anne (teclados e vocais), que arrancou suspiros dos fãs da primeira fila com sua beleza e simpatia.

Mas é o Tilo quem entra comandando a plateia! De cara, a banda iniciou o show com as três músicas do novo álbum: Testimonium – Wenn unsere Helden sterben; Nach dem Sturm e Zwischen Allen Stühlen, o que foi a melhor forma de iniciar o show, visto que este último álbum é um primor de inspiração e garante a coroa do gothic metal à banda.

Sem muito diálogo com a plateia, no entanto, os sorrisos já eram o suficiente para expressar o quão felizes e conectados público e banda estavam. Desta forma voltaram a 2001 com Der Morgan danach, do álbum Fassade, e assim o público começou a cantar junto com o grupo. Logo após uma troca de posições entre Tilo e Anne, ele inicia no piano Not Every Pain Hurts e Anne brilha em sua performance nessa clássica valsa da banda do álbum Stille. Assim, outro grande clássico de 2005 foi relembrado: Lichtgestalt, com toda a plateia cantando juntos e em plenos pulmões.

Após Tilo empunhar a guitarra, estava na hora de tocar a música mais pesada do novo álbum: Weltenbrand. Com três guitarras e o som ainda mais pesado, a performance do Tilo chega a ser mais dramática com o músico rastejando pelo palco em certos momentos finais da música, e emendando com a Lass Die Nacht Nicht Über Mich Fallen, do mesmo álbum.

Tilo novamente agradece o público e já lança o riff de Shakal, iniciando uma leva de 4 músicas: My Pain, ainda do álbum novo, dando ênfase a esse disco soturno e poderoso; Herz und Verstand e Feuer, do álbum Sehnsucht, a qual fez a plateia cantar junto e de forma uníssona o refrão movimentando todos os braços no ar de um lado para outro. Assim, a banda agradeceu ao público e recolheu-se ao backstage, todavia, óbvio que não faltou o encore com mais clássicos da banda.

Desta forma a banda voltou ao palco e trouxe Stolzes Herz; a emocionante e super ovacionada Alleine Zu Zweit, com seu refrão cantado em coro por todos. E após If the World Stood Still a Day, do controverso Revolution, o hino Ich Bin Der Brennende Komet foi executado como se estivessem tocando-o pela primeira vez em termos de empolgação. Com isso, o Lacrimosa se despediu novamente de forma grandiosa do palco.

O público ainda queria mais, e desta forma todos começaram a chamar o nome da banda com mais força, e atendendo ao último encore da noite, Tilo e banda retornam ao palco para executar a faixa título do novo álbum Testimonium e  Alles Lüge, do álbum Satura. Desta forma, a banda encerrou a noite, Tilo e Anne distribuíram beijos e sorrisos ao público prometendo voltar em breve, o restante do grupo se mostrou feliz e realizado em tocar aqui.

Parabenizar a Free Pass pela bela produção do show. A iluminação estava perfeita junto a máquina de fumaça e gelo seco e o som perfeitamente equalizado. Agradecemos também a Heloisa Vidal e Free Pass pelo credenciamento. Desejamos um 2018 com muito mais sucesso a todos trazendo grandiosas atrações ao nosso país.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *