Angra Divulga Lyric Video De Travelers Of Time

Após 26 anos de carreira, o Angra mostra motivação e força como nunca! Nem mesmo a trajetória às vezes incerta foi capaz de tirar o foco, determinação e inspiração do quinteto liderado e fundado por Rafael Bittencourt (guitarra e vocal) e formado por Felipe Andreoli (baixo), Fabio Lione (vocal), Marcelo Barbosa (guitarra) e Bruno Valverde (bateria).

ØMNI é o nono álbum de estúdio do Angra, resultado de meses de intensa dedicação e suor. O disco será lançado mundialmente em 16 de fevereiro de 2018 pela earMUSIC e em toda a Ásia pela JVC.

Mais uma vez, o álbum foi gravado na Suécia com Jens Bogren, que também produziu o álbum anterior Secret Garden, e que conseguiu capturar a mesma química excelente do álbum anterior. O som, totalmente contemporâneo, tem um caráter orgânico e respeita as diferentes nuances e dinâmicas de cada instrumento. Muitos músicos estiveram envolvidos na criação do álbum, que vão do som de percussão da Bahia ao arranjo orquestral europeu, o que dá ao álbum sua excelente variedade.

ØMNI é um álbum conceitual, um conjunto de histórias curtas de ficção científica que ocorrem em vários lugares no tempo, simultaneamente. A espinha dorsal da trama baseia-se na ideia de que, em 2046, um sistema de inteligência artificial irá mudar a percepção e cognição humana. É um sistema que permitirá a comunicação consciente entre seres humanos presentes e futuros. Personagens como viajantes do tempo, homens das cavernas, guerreiros, entre outros, ajudam a contar esta história.

O álbum conecta os conceitos de álbuns anteriores (Holy Land, Rebirth, Temple of Shadows) para um sistema principal, ØMNI, que em latim significa “tudo”. ØMNI fabrica uma interconectividade que lança luz em direção a uma verdade universal: tudo o que aconteceu, levou ao que a banda é hoje. O álbum celebra e une toda a história de Angra a este momento exato e atual.

A fórmula e marca registrada de Angra: estilo brasileiro misturado com música clássica e heavy metal, é reforçada por diferentes influências, como rock progressivo, thrash metal, música latina, djent, etc, o que transforma o álbum em um redemoinho moderno e familiar. O humor e a dinâmica conjuntas colocam um toque especial nas letras e, portanto, aumentam o profundo senso de imersão na história.

A obra de arte da capa foi desenhada manualmente por Daniel Martin Diaz, um artista americano único que dedica sua vida a misturar conceitos científicos e filosóficos como Anatomia, Ciência da Computação, Matemática, Cosmologia, Geometria Sagrada, Simbolismo e Esoterismo. O designer Gustavo Sazes foi responsável por integrar tal peça de arte orgânica ao conceito visual do álbum como um todo.

Mesmo em um ambiente cultural cada vez mais estéril e desfavorável para a música com alma e identidade, a banda reúne onze faixas que diferem completamente uma da outra, mas ao mesmo tempo contam uma história coesa e vagueiam por todos os estilos e nuances que fizeram Angra a referência mundial.

Uma formação muito bem ligada, tanto pessoal quanto musicalmente, transbordando de criatividade, foi o combustível necessário para trazer essas músicas à vida, músicas que são, sem dúvida, as melhores na discografia da banda.

ØMNI certamente é um marco, não só na história da banda, mas também para o metal brasileiro e seu reconhecimento em todo o mundo.

A primeira música Travelers Of Time pode ser ouvida abaixo:

Track list de ØMNI:

1. Light of Transcendence
2. Travelers of Time
3. Black Widow’s Web
4. Insania
5. The Bottom of My Soul
6. War Horns
7. Caveman
8. Magic Mirror
9. Always More
10. ØMNI – Silence Inside
11. ØMNI – Infinite Nothing

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *